sábado, 28 de julho de 2007


"Tu a coseres e eu a contar-te as minhas viagens... Mãe !

Ata as tuas mãos às minhas e dá um nó-cego muito apertado !

Quando passas a tua mão na minha cabeça é tudo tão verdade !"

Almada Negreiros

2 comentários:

Amita Padma disse...

caras que nada têm a esconder

swt disse...

Sensacional!